terça-feira, 19 de julho de 2011

13º Fumec Forma Moda – Anna Luiza Magalhães DE DENTRO PARA FORA | SENTIMENTO DO MUNDO

Agora sim, parece até que eu quero esconder meu trabalho de vocês de tanto que demorei para postá-lo aqui no blog. Mas isso não é verdade, estava caçando um tempo para escrever bonitinho tudo que eu gostaria de contar para vocês. Afinal, depois de um semestre de trabalho árduo não posso deixar passar nenhum pormenor!

Sobre o processo técnico da concepção do meu trabalho de conclusão de curso, em Design de Moda, na FUMEC eu já comecei a falar em alguns posts anteriores a este. Para aqueles curiosos e interessados em saber mais, entrem nesses links aqui: Processo Técnico e Convite e Release. Dúvidas perguntem nos comentários, que responderei um a um.

Enfim, meu projeto nasceu a partir do meu encantamento com a dança, em especial, a dança contemporânea. Queria falar, pesquisar, envolver, enlamear, amar, rodopiar, pintar, costurar, entrelaçar, descobrir, ler, poetizar, movimentar sobre isso.

050607

As imagens acima foram desenhos, colagens e rabiscos produzidos por mim, durante o processo de criação do meu TCC.

No caminhar da pesquisa direcionei meu projeto: defini que queria desenvolver figurinos e que estas peças de roupa fossem uma espécie de relato do movimento, da luz, da sombra, da cor, do caimento do tecido, das texturas, tudo isto sobre o suporte do corpo. A roupa seria um desses elementos que possibilitaria o corpo de perceber melhor o movimento.

Falar de dança, de movimento e de corpo era o objetivo, portanto a apresentação tinha de ser compatível com o discurso que eu vinha contando. Encontrei no meu caminho pessoas maravilhosas: o Grupo Camaleão de dança, que faz parte do Núcleo Artístico de Dança, colaborou imensamente com o meu projeto. Procurei-os no final do semestre anterior e a partir daí firmamos uma parceria de criação: aprendi muito observando alguns ensaios, trocando ideias, levando as roupas para experimentar nos dançarinos, e por aí vai. Eles toparam fazer parte do meu projeto para apresentar meus figurinos na passarela em formato de dança e movimento.

Em relação ao processo de figurino eu parti da situação inversa a real: eu estava criando algo para eles desenvolverem os movimentos em cima do material pronto. Quando normalmente os figurinos que são projetados para se adaptarem melhor à peça/dança/apresentação em geral.

Porém, muitas preocupações foram semelhantes: tecidos compatíveis com o movimento, cores, brilhos e contrastes que funcionam ou não no palco, volumes, proporção – detalhes e acertos como esses que são necessários prestar a atenção quando se trata de uma peça cenográfica/artística.

08-05-2011 (16)

Foto: Anna Luiza Magalhães.

Para quem quer seguir este ramo no mercado fica aí uma grande dica: pesquisem MUITO tecidos! Isso foi um dos maiores aprendizados que tive durante meu projeto: é super difícil encontrar no varejo tecidos diferenciados que tenham elasticidade e sirvam bem para movimentar. Tecidos planos você encontra em qualquer lugar e de todos os tipos, mas malhas somente o comum: malha de CO, viscolycra, suplex, coisas desse tipo. Isso vale principalmente para BH, em São Paulo as coisas são um pouco diferentes. Encontrei a maioria dos meus tecidos em uma lojinha minúscula no Barro Preto que vende retalhos e tecidos diferentes, é o único lugar daqui que tem opções diferenciadas de lurex, por exemplo (a minha sorte é que lá é super barato). Mesmo assim ainda tive que trabalhar intensamente com a pintura em todas as peças (como apresento no post do processo) para alcançar as cores desejadas, além de dar o efeito desejado: escorridos, nuances de cores, volume ótico, etc. (Isto não funciona da mesma maneira no atacado).

08-05-2011 (61)

Foto: Anna Luiza Magalhães.

O forte do meu trabalho é, sem dúvida, o design de superfície: estamparia e pintura acontecem o tempo inteiro, além de algumas aplicações e bordados. Trabalhei com uma estampa em serigrafia (imagem acima) e algumas técnicas que testei de pintura: misturei várias tintas (aquarela, mix, clear, pigmento puro) e pintei utilizando pincel, borrifador, mergulhei a peça e torci, espirrei tinta, foi um processo completamente experimental. Utilizei a tela serigráfica sem desenho e passei o rodo com a tinta sobre a peça já costurada – isto possibilitou um efeito interessante, pois a tinta pegava apenas em algumas partes da peça. Quanto aos bordados e aplicações, contei com a colaboração de uma grande amiga e artista, Elisa Grossi (que tem trabalhos maravilhosos de pintura, bordados, etc), e que respirou a idéia do projeto junto comigo e traduziu para os bordados a essência que eu buscava sobre o corpo e a dança.

foto

Foto: Anna Luiza Magalhães. Caixa que produzi para guardar o projeto.

As cabeças/cérebro produzi com a ajuda da minha orientadora Rosângela Mattana: utilizei meias, coloquei-as em moldes de cabeça e fiz a pintura com tinta puff – para quem não conhece, esta tinta depois de seca e levada a prensa estufa, formando um alto relevo. Deu super certo, um efeito que foi essencial para as fotos e o desfile.

Produzi também caderninhos para o press-kit, tipo mini-moleskines, e coloquei dentro de saquinhos de tule amarrados com fita de cetim (na foto acima da caixa da para ver). Ficaram super bonitinhos, caderninhos de bolso.

Fotos do editorial, produzidas antes do desfile:

DSC_0352 edit

DSC_0357 edit

Fotos: Marcus Vinícius do Carmo.

IMG_5278 edit  IMG_5074 edit

Fotos: Marco Antônio Cardoso.

  Anna  (215)Anna  (110)Anna  (130)Anna  (161)Anna  (154)Anna  (181)Anna  (247)Anna  (250)Anna  (299)Anna  (311)

Fotos: Júlio Cesar Cardoso.

Fotos do desfile:

DSC_0468 edit DSC_0567 editDSC_0538 editDSC_0610 edit

Fotos desfile: Marcus Vinícius do Carmo.

Um super dilema deste trabalho foi a trilha sonora! Eu não tinha a menor ideia de como funcionava a criação de som ou como se trabalhava naqueles programinhas esquisitos que parecem um eletrocardiograma. Por causa disto, logo no início do ano fui atrás de quem entendia. Conheci um cara inteligentíssimo, Ricardo Aleixo, que me deu aulas e mais aulas de como funciona o som, e descobri que pode ser parecido com o tecido, com a luz, com o que eu quiser que pareça: posso trabalhar textura, ruído, leveza, peso, maciez, tudo isto com o som. Fiquei maravilhada e nessas conversas ainda pude aprender um tanto mais sobre poesia e elementos visuais. Depois destas orientações conheci um camarada que criava trilhas, que também é designer, e achei coerente contratá-lo para criar meu então desejado “som”.

Mas foi uma luta, porque eu não queria uma “musiquinha” dançante, eu queria o som do corpo em qualquer situação: respirando, ofegante, calafrios, rangendo, cheio de prazer, com dor, ansioso, falante: qualquer que fosse o som que representasse sentimento, vida e que tivesse corporeidade. Chegamos em algo que satisfez dentro do trabalho. =)

Assistam o vídeo do desfile abaixo:

vídeo produzido por Ivan Cardoso Vídeo.

Um trabalho pesado, cansativo e difícil de fazer sem a colaboração de outras pessoas, mas muito satisfatório no final de tudo! É MUITO bom ter a possibilidade de materializar um projeto que é seu e que você mesmo fez surgir cada pedaço. É certo de que esqueci ou simplesmente não tive espaço para falar sobre alguns outros detalhes, mas quem tiver mais alguma outra curiosidade sobre o processo terei enorme prazer de compartilhar minhas experiências.

Fica aqui um registro, uma impressão, sobre um primeiro trabalho grande que realizei, de muitos outros que ainda espero poder compartilhar aqui com vocês um dia!

___________

Ficha Técnica:

Concepção/Produção: Anna Luiza Magalhães

Orientação: Rosângela Mattana | Co-Orientação: Éder Almeida

Fotografia: Júlio Cesar Cardoso | Marco Antônio Cardoso | Marcus Vinícius do Carmo

Vídeo: Ivan Cardoso

Trilha: trabalho conjunto com Daniel (Sound of Pixel)

Produção Editorial: Anna Luiza Magalhães | Luiza Pacheco | Domitila de Paulo

Locação do Editorial: Núcleo Artístico de Dança

Maquiagem/Cabelo: Maurício Policarpo

Grupo de Dança: Grupo Camaleão | bailarinos: Joana Wanner, Luciana Ferreira, Pedro Romero e Rouglas Fernandes.

____________

Agradecimentos: Marcus, Anita, Teté, Artur, Paty Sanchez, Lu Pacheco, Mari Laterza, Fê Oliveira, Luciana Vilhena, Hemilly, Leninha, Marquinhos, Rosângela Mattana, Éder Jorge, Tereza Leão, Angélica Adverse, Vanessa Madrona, Padrinho, Julio, Ivan, Maurício, Domitila, Charlinhas (Thamy, Ana Paula, Lilian, Cacá, Marcela Bahia, Marcela Ferreira, Nani, Isabella), Núcleo Artístico de Dança, Grupo CAMALEÃO (Joana, Pedro, Luciana, Rouglas e Marjorie), Ricardo Aleixo, Daniel (Sound of Pixel), Elisa Grossi, Daniel Millhouse, Ana Paula Lage, Manuela Gastal, André Miamoto, Joelma Barros, Mário Zavagli, Mário Azevedo, Eugênio Paccelli, Giovanna Martins, FUMEC, Sandra (Arte Cortar), Sarah (Torchetti), à vários outros amigos, à toda minha família e a todos aqueles que de longe também contribuíram para que esse projeto se realizasse! MUITO OBRIGADA!

____________

Queridos leitores, agora, mais do que nunca, quero saber sobre as suas impressões, então, por favor, me contem! =) Dúvidas? Me contem também, responderei o que puder!

Boas Impressões!

7 comentários:

  1. O post ficou digno do trabalho, ou seja, espetacular!
    Parabens mais uma vez =]

    ResponderExcluir
  2. Parabéns!Seu trabalho é um espetáculo!

    ResponderExcluir
  3. Lindo demaisssss!!!! Obrigada pelos agradecimento!!!!! te adoro mocinha!!! adoro seu trabalho tanto quanto!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Que coisa mais linda gente!!! Como tudo que vc faz!!!! Obrigada a você, coração!!

    ResponderExcluir
  5. Eu já era sua fã antes e agora depois desse brilhante trabalho, sou mais ainda. Parabéns pela criatividade, raalmente um espetáculo!!!
    Isso é só o começo...

    ResponderExcluir
  6. Amei! Que sensibilidade!!! Vc vai muiiiiiiiiiiiiiiiiiito longe. Sucesso! Vc sabe que eu sou sua fã desde o início....
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. ANA PAULA MESQUITA21 de julho de 2011 21:30

    Só para não ter dúvidas... você conseguiu sim passar cada detalhe pensando (e poe pensado nisso) nos rapidos minutos ali a passarela. Cada detalhe, cada gesto, cada cor, cada textura... tudo tão bem executado, e com tanta dedicação. Fiquei orgulhosa de formar com você e de poder compartilhar momentos tão bacanas nesse TCC. Você fez um trabalho maravilhoso e com muita tecnica. Parabéns Anna, você merece reconhedimento e muito trabalho pós formada!

    ResponderExcluir