sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Ànamê - sapatos que encantam!

Pessoais,

Hoje trouxe uma super novidade para vocês conhecerem, super fresquinha...

Belo Horizonte agora está encantanda com novos sapatos lindos, criativos e diferentes de tudo que vemos por aí!
"Chegou Ànamê para seus pés!"
Os sapatos são incrementados de muita poesia e encanto! São lindos e lindos!
Não deixem de conferir!

Pontos de venda:
* Loja Ronaldo Fraga BH
Rua Fernandes Tourinho, 81 - Savassi
3282-5379

*Atelier Ànamê - sapatos e roupas exclusivos
Rua Maracajá, 566 - Santo André
3425-5582 (*agendem uma visita pelo telefone, no atelier o atendimento é com hora marcada)

A designer de moda: Ana Paula Lage - 9256-3322 - anapplage@gmail.com

Aí eu garanto não boas, mas sim ÓTIMAS impressões!!!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Adriana Varejão


Adriana Varejão é uma artista plástica brasileira, natural do Rio de Janeiro (de 1964), que teve seu trabalho iniciado e destacado na década de 80, realizando sua primeira exposição individual em 1988.

Tem inúmeros trabalhos de desenhos, fotografias e, principalmente, pinturas. Suas obras começaram a surgir como uma reprodução de elementos históricos cujos quais se interessava, direcionando para o tema barroco e para a azulejaria, em sua maioria. Investigou bastante a visceralidade do corpo humano e agregou a representação da carne como um elemento estético em suas obras, normalmente ligado aos azulejos.

O primeiro contato com o barroco de Adriana Varejão foi a partir de um livro de igrejas barrocas no Brasil, mas sua forte ligação com o tema estabeleceu-se ao conhecer pessoalmente as igrejas de Ouro Preto, onde diz que permaneceu em êxtase observando as pinturas e esculturas e teve a sensação de que a matéria dançasse, de que era forte, viva, potente, pululante. Relata o monumento barroco como uma “alquimia” entre o ouro e o sangue, entre a riqueza e o drama. Interpretou-o como caixas de jóias carnívoras que ingeriam elementos dispersos, alheios, acumulando-os e integrando-os ao seu universo sagrado.

Adriana Varejão disse uma vez que, quando pensa em carne, pensa na pintura em si, pensa em Goya, em Rembrant, em Bacon, e já afirmou que não gosta da interpretação de seus trabalhos com associação ao “martírio dos povos colonizados”. Para a artista o conceito de carne em sua obra está mais ligada ao espaço da abundância e do desperdício em função do prazer e da luxúria, a carne é uma metáfora da talha barroca, coberta de ouro. A carne, a pintura são puras voluptuosidades.

Boas Impressões!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Os Gêmeos

Os Gêmeos estão trabalhando a valer trazendo espetáculos, grafites e bonecos gigantes para a cidade de São Paulo!
No dia 25 de outubro teve abertura a exposição "Vertigem" no Museu de Arte Brasileira da FAAP, que fica exposto até o dia 13 de dezembro! Grafiteiros contemporâneos e conhecidos no mundo todo com a sua arte, promovem o que há de melhor nessa àrea com um diálogo feito em diversos suportes, resultando em instalações, pinturas, esculturas e objetos sonoros. A mostra reúne obras que traduzem o sensível olhar da dupla sobre o cotidiano brasileiro, da periferia urbana ao folclore nordestino.
http://www.faap.br/hotsites/osgemeos/index.htm (Confira mais detalhes na página da exposição no site da FAAP)
Além da mostra Vertigem, a dupla confeccionou um boneco inflável com mais de 20 metros para habitar o Vale do Anhangabaú, nos dias 12 e 13 de novembro, às 19h30. O espetáculo se chama "O Estrangeiro". Um grafite gigante criado pela dupla na parede lateral de um edifício desloca-se na forma deste boneco inflável gigante, contracenando com o público e outros personagens criados pela companhia francesa Plasticiens Volants. A performance faz parte das comemorações do Ano da França no Brasil. Também estará integrado à performance os shows de Siba e Fuloresta, com participação da banda Nação Zumbi no dia 12 e de Zeca Baleiro no dia 13.
Confira as imagens de "O Estrangeiro" abaixo:









Boas Impressões!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Fun Theory - A escada piano

Em Estocolmo, na Suécia, a agência de publicidade DDB em conjunto com a Volkswagen foram responsáveis por uma criação que modificou por completo a passagem dos passageiros do metrô. Uma escada cuja qual transformaram seus degraus em teclas de piano e, a medida em que as pessoas iam descendo ou subindo, a escada emitia os sons das notas. Mais do que interessante, divertido!
Com isso, 66% dos usuários do metrô passaram a utilizar mais a escada convencional do que a escada rolante. A idéia surgiu a partir de uma tentativa ambiciosa de transformar os hábitos dos moradores sedentários de Estocolmo - a Fun Theory. Nada melhor do que ter um chamativo divertido e musical para conseguir isto!

Confira no vídeo:

video

Boas Impressões!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Filosofias Machadianas reinterpretadas na Moda

Através deste trabalho procurei fazer uma interpretação do romance Quincas Borba, de Machado de Assis, redirecionando o olhar literário para o universo da moda, que se expande não somente de maneira comercial, através das massas, mas também de maneira singular e simbólica traduzindo a música, a literatura, a arte, a dança, dentre outras, para uma nova linguagem: a roupa.
Quincas Borba é um romance de Machado de Assis de 1891, seu protagonista é o Rubião, amigo de Quincas Borba, cujo qual criou a filosofia do Humanitismo. Rubião enriquece ao receber a herança deste seu amigo que falece depois de muito doente e já bem enlouquecido. Rubião herda também o cachorro, que carrega consigo o mesmo nome que o falecido dono: Quincas Borba.
Humanitismo - A vida é um campo de batalhas, onde só os mais fortes sobrevivem e os fracos, ingênuos por natureza, acabam por manipulados e aniquilados pelos seus superiores. O humanitismo é, por assim dizer, a ironia das relações humanas.
"Não há morte. O encontro de duas expansões, ou a expansão de duas formas, pode determinar a supressão de uma delas, mas, rigorosamente, não há morte, há vida, porque a supressão de uma é a condição de sobrevivência da outra, e a destruição não atinge o princípio universal e comum" (Quincas Borba)
"Ao vencido, ódio ou compaixão, ao vencedor, as batatas" (Quincas Borba)
A moda é um campo efêmero, fugaz e valorizado como algo fútil e, por sua essência, consumista. O humanitas é quase que, por excelência, a moda. Um universo competitivo não somente por haver espaços a serem preenchidos, mas também por haver idéias, criatividades, inovações a serem colocadas e, portanto, as informações são bem resguardadas a fim de impedir que o outro vença primeiro. No mundo real da moda, o humanitismo é quem manda.
Voyerismo - O exibicionismo e o voyerismo são fatores relacionados, os homens se excitam pelo estímulo visual e as mulheres têm prazer em se colocar como objetos de desejo. No romance, a personagem Sofia seduzia e encantava Rubião, enlouquecendo-o de paixão. Ao confessar seu amor por Sofia, esta se junta ao marido para sucumbir-lhe o dinheiro. Palha sente prazer em usar sua mulher como um símbolo encantador e, Sofia, apruma-se ao sentir que é objeto de desejo.
Exibir e demonstrar os feitos e as vestes, não é nada estranho a esse mundo modista, onde o importante é realçar o que você veste, o que você usa e não quem você é.
Reificação do homem - Palha utiliza Sofia para usurpar a fortuna de Rubião, enlouquecido de amor. A ruína econômica moral e física de Rubião prova a idéia de que ser fraco é ser culpado. Humanitas quer enriquecer: Rubião perde, Palha e Sofia ganham. (ao vencedor as batatas). A coisificação do homem se auto-justifica pelo ganho do dinheiro.
Transformar o homem em objeto do homem. Onde vemos isto? A coisificação do corpo como um objeto de consumo e de espelhamento tornou-se algo banal nas revistas, televisões, mídias no geral. A sustentação para uma glorificação da imagem perfeita, do excesso de modificações físicas e psíquicas para passar a ser uma criatura bela e admirada, está acima dos valores de vida das pessoas, fazer uma cirurgia e gastar dinheiro em lojas de marca está mais comum que ler um livro. (algo estranho?)
Loucura - Quincas Borba, no ínicio do romance, morre enlouquecido, acreditando ser Santo Agostinho. Antes de sua morte explica a Rubião o Humanitismo, mas este não se faz compreender. Ironicamente, Rubião ingênuo, por sua vez se deixa deslumbrar com os novos amigos e com sua paixão platônica, porém, mal poderia saber, que estes apenas queriam se afortunar à suas custas. Rubião foi vítima da filosofia do Humanitismo: Enlouqueceu aos poucos de amor e, abandonado por todos que dele se aproveitaram, retorna para Barbacena, com o cão Quincas Borba - tudo que lhe restou - louco, doente e pobre.
O consumismo se converte nisto: loucura, doença e pobreza.
A partir desta pequena análise e de mais algumas leituras desenvolvi alguns croquis, shapes, cartela de cores, e criei um destes looks, objetivando transpassar de alguma maneira esta imagem que em mim ficou da relação do mundo futilizado da moda com a filosofia impregnada em Quincas Borba. Estas imagens abaixo fazem parte de um editorial que criei com este look:

Ficha Técnica:
Modelo: Manuela Gastal
Criação: Anna Magalhães
Maquiagem, Cabelo e Produção: Anna Magalhães
Fotos: Anna Magalhães
Deixem suas impressões!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Christian Lacroix - trajes de cena

Para quem estuda, trabalha ou, simplesmente, se interessa por moda, está IMPERDÍVEL a exposição na FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), em São Paulo, do grande estilista Christian Lacroix. Está mais imperdível ainda para aqueles que curtem trabalhar com figurinos! É simplesmente uma aula de criatividade, de desenho, de maneira de pensar o figurino, ou seja, do universo inteiro de criação!

A mostra reúne 100 figurinos e 60 desenhos originais criados por C. Lacroix, com uma montagem que está encantadora! Estão expostos também extratos de vídeos com ensaios das apresentações de dança, ensaios com os figurinos, montagem dos figurinos, e, a apresentação em si no teatro com tudo pronto, maravilhoso!
A exposição está acontecendo desde o dia 24 de agosto até o dia 01 de novembro no Museu de Arte Brasileira da FAAP. Está incrível!


Para quem não terá a oportunidade de ir até São Paulo entre no site da FAAP, neste endereço: http://www.faap.br/hotsites/hotsite_lacroix/index.htm , que contém as informações e algumas poucas imagens.



Boas Impressões!

Fórum Internacional de Dança - FID

Olá Pessoas,

A partir do dia 20 de outubro até o dia 01 de novembro acontecerá em Belo Horizonte o Fórum Internacional de Dança (FID), com programações de espetáculos da Conexão Internacional de diversos países, com grupos conceituadíssimos. As vendas dos ingressos já estão disponíveis nas bilheterias dos teatros desde o dia 13 de outubro, a entrada custa somente 2 reais, e a meia entrada 1 real (válida para menores de 21 anos, maiores de 60 anos, estudantes com carteira estundantil e comprovante de matrícula atualizado).
As programações estão detalhadas no site http://www.fid.com.br .
Além dos espetáculos, o FID apresenta também uma sessão de filmes, sempre às 16 horas, que acontecerão no Multiespaço Oi Futuro (Mangabeiras), com entrada franca. Estarão disponíveis no espaço Oi Futuro uma "FIDoteca", com a disponibilização do acervo dos 13 anos do FID para quem tem o interesse de pesquisar, a disponibilização será feita de terça à domingo entre 11h e 18h, com entrada franca.
No dia 22 de outubro, às 19 horas, no Multiespaço Oi Futuro, as professoras Christiane Greiner e Helena Katz apresentarão a teoria que vêm desenvolvendo, chamada Corpomídia. "É o entendimento de corpo como corpo como mídia de si mesmo, onde toda informação que chega entra em negociação com as que já estão, e transmissão é processo de contaminação. Portanto, a teoria corpomídia rejeita a compreensão de corpo como veículo de transmissão, lugar que simplesmente abriga informações. O processo evolutivo de selecionar informações que vão constituindo o corpo é a mídia à qual o corpomídia se refere."* (*texto retirado do folder do FID)
Para aqueles que têm crianças em casa, o FID apresenta o FIDinho, um espaço criado para as crianças com o intuito de propiciar o desenvolvimento cognitivo destas a partir de uma reflexão crítica e conhecimento do corpo que pensa. Apresentarão o grupo Balangandança Cia. (São Paulo) e Rafael Alvarez (Portugal).
Qualquer dúvida no site tem todos os detalhes!
Boas Impressões!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Erwatung - Temporada de óperas no palácio das artes

A Fundação Clóvis Salgado apresenta a temporada de óperas. Já apresentaram-se as obras de Verdi, Villa-Lobos (A menina das nuvens) e agora encerra-se a temporada com Arnold Schöenberg e sua obra Erwartung. O espetáculo dialoga com diversas formas de arte, Gilberto Gravonski, diretor cênico, propôs trabalhar com vários artistas contemporâneos em todos os setores da obra.

Na ficha técnica da Ópera apresenta-se, começando pela parte musical, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, com a solista Eliane Coelho, no soprano; Abel Rocha (direção musical e regência); Gilberto Gravonski (direção cênica); Telma Fernandes (iluminação); Guilherme Mansur (poeta); Pedro Girão (assistente de cenografia); Adriana Varejão (cenário) e Ronaldo Fraga (figurino).

A obra reunirá grandes nomes da música, artes cênicas, artes plásticas e, também, do design de moda. Será imperdível!!!

Acontecerá no Palácio das Artes nos dias 18, 20, 22 e 24 de outubro! Eu estarei lá!

Boas Impressões!

Casa Fiat de Cultura - Chagall e Rodin

A Casa Fiat de Cultura apresentou nos últimos 2 meses a maravilhosa exposição "O Mundo Mágico de Marc Chagall - o sonho e a vida", como parte das comemorações do Ano da França no Brasil. As obras de Chagall são marcadas, muitas das vezes, pelo seu colorido vibrante que carregam as memórias e lembranças dos sonhos da infância. A exposição constituiu-se de 300 obras do artista, entre pinturas, guaches, gravuras e esculturas.




















A exposição de Chagall na Casa Fiat encerrou-se no dia 04 de outubro, deixando na memória reminiscências das cores e dos sonhos - impressões que ficaram marcadas.

Mas, para aqueles que não tiveram ainda a oportunidade de ir até a Casa Fiat, ainda têm a chance de ir se emocionar com as maravilhosas obras de Auguste Rodin, na exposição "Rodin: do Atêlie ao Museu - fotografias e esculturas", que fica exposta até o próximo dia 13, na Casa Fiat de Cultura. A exposição faz parte de mais um conjunto de ações que integram a comemoração do ano da França no Brasil. Um acervo de 22 esculturas e 194 fotografias originais fazem parte da exposição. Estas fotografias retratam diversas fases do processo criativo do artista em seu atêlie, entre 1880 e 1917. Vale à pena conferir!















Boas Impressões!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Olá pessoas!

Hoje estou postando as fotos da exposição das roupas do Jum Nakao - da coleção "A Costura do Invisível". A exposição no Pátio Savassi fica até a próxima quarta-feira, vale a pena conferir ao vivo!





























Para quem não conhece: Confira também o vídeo do desfile "A Costura do Invisível" no SP

Fashion Week em 2004.



video



É isso! blog da exposição:: http://papelfumec.blogspot.com/

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

à moda de papel - roupas prontas

Olá Pessoas, hoje vou colocar as imagens das criações prontas.. amanhã vou postar as roupas do Jum que estão na exposição!!
Espero que gostem!
* Criação: Túlio, Tatiana, Lilian, Amanda:












* Criação: Thatyane Mary, Luana, Manuela, Érika:


























* Criação: Domitila, André Miamoto, Lilian Gustini, Marcela Torres:















*Criação: Anna Luiza, Ana Paula, Luiza e Letícia:





























* Criação: Marcela Ferreira, Nayara, Morgana e Virgílio:










Beijos e deixem suas opiniões! Não deixem de ir visitar a exposição até dia 30/09 no Pátio Savassi!!!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

à moda de papel - processo criativo

Mais fotos do processo criativo:


* modelando no manequim:


* modelando a perna:
*modelando braço e mão:
* construindo a roupa:


* uma parte da equipe dos estudantes de moda:


Depois posto mais! "Somos todos vencedores!"
Beijos à todos! Anna Luiza Magalhães

à moda de papel - processo criativo

Olá pessoas!

Hoje publicarei algumas imagens do processo criativo do work shop com o Jum Nakao... que resultou na exposição "à moda de papel" no Pátio Savassi (até dia 30/09).
* O que queremos passar:
* Texturas, dobraduras e vazados com papel:

* Quadro de Texturas com papel:

* Desenhando, criando e expondo as idéias:

* Algumas idéias para colocar em prática:

Volto com mais imagens!

à moda de papel

Olá à todos!


Desculpem a demora para postar, mas este final de semana foi intenso de atividades!


Estou aqui para contar a respeito disto! Eu, Luiza e mais 18 amigos de moda da Fumec participamos de um Work Shop com o estilista maravilhoso, Jum Nakao, neste último final de semana no Pátio Savassi. Durante a semana nós nos reunimos, criamos estampas, levamos pra gráfica, providenciamos materiais e na sexta tivemos o primeiro encontro com o Jum. O objetivo final do WS era criar uma exposição com roupas de papel pelo shopping, uma intervenção. Ficamos sexta, sábado, domingo e segunda em um trabalho intenso de pesquisa, criação, produção e montagem!!! Decidimos por não usar nenhum manequim, então criamos as roupas para ficarem firmes sem os corpos, e vez ou outra aparecem umas pernas, braços que nós mesmos criamos! Foi um trabalho intenso, mas maravilhoso!


Aprendemos muito em técnicas para trabalhar com o papel, observamos várias outras formas de olhar e buscar a criação através de dicas e experiências que o Jum Nakao passou para gente!




A exposição finalmente ficou pronta! Começou hoje no Pátio Savassi e fica mais 15 dias! As roupas de papel estão espalhadas nos 3 pisos, intervindo nos ambientes. São 16 roupas de alunos da fumec e 3 roupas (maravilhosas!) do Jum Nakao, do desfile que ele fez chamado "A costura do invisível" (SP Fashion Week 2004). Na parte da exposição em que encontram-se as roupas do Jum esta também uma tela que passa um pequeno trecho do desfile, que foi de arrepiar!




Para quem não conhece muito sobre o Jum Nakao vale a pena conhecer seu site: http://www.jumnakao.com.br/






São trabalhos espetaculares!




Voltando à exposição: Ela ficará no Pátio Savassi até 30/09. As roupas foram feitas com uma referência à dança, e buscam encantar, emocionar, experimentar, intervir no espaço, impactar, trazer uma sensação nova à aqueles que estão ali de passagem, surpreender, sonhar, ...agregar uma nova imagem, um novo sentimento para os que passam por elas...




"à moda de papel" é o nome da exposição, de curadoria de Zuza Nacif e direção de criação de Jum Nakao.




Vale a pena conferir!

Depois volto com posts das imagens da criação e da exposição!

Até mais!

Anna Magalhães